Pular para Conteúdo Principal
Lions Clubs International Foundation Lions Clubs International Foundation
Pular para rodapé

Subsídios do SightFirst

Subsídios do SightFirst

section

Os subsídios do SightFirst podem ajudar uma criança a ver o mundo pela primeira vez, podem proteger todo um povoado contra uma doença oftalmológica debilitante ou viabilizar que se intervenha antes que alguém fique cego devido à doença diabética dos olhos. Os subsídios do SightFirst colocam em prática a missão do SightFirst: criar sistemas abrangentes de atendimento oftalmológico para combater as principais causas da cegueira e cuidar de pessoas cegas ou deficientes visuais. Esses subsídios ajudam a aprimorar hospitais e clínicas em comunidades carentes, a treinar doutores, enfermeiras e outros trabalhadores da área da saúde, a distribuir remédios e aumentar a conscientização sobre doenças oftalmológicas.

As principais causas da cegueira e das deficiências visuais são a maior preocupação: catarata, tracoma, erro de refração não corrigido, doença diabética dos olhos e glaucoma.

Os distritos do Lions trabalham com o consultor técnico regional do SightFirst na elaboração de solicitações de subsídios e propostas de projeto do programa.

As solicitações para os subsídios do SightFirst devem ser enviadas no mais tardar até 90 dias antes do início das reuniões do Comitê Consultivo do SightFirst, que acontecem em janeiro e agosto. Clique aqui para verificar o prazo para a próxima solicitação.

Materiais para os subsídios do SightFirst:

Alguns dos subsídios recentes do SightFirst são:

  • Níger, Distrito 403-A1 - Foi concedido um subsídio de US$ 150.000 aos Leões do Níger e ao Carter Center para ajudar os esforços do Ministério da Saúde do Níger a erradicar o tracoma como um problema de saúde pública. O Carter Center e os Leões do Níger viabilizaram um total de 7.270 cirurgias de triquíase no país entre setembro de 2016 e maio de 2017. Os fundos adicionais do projeto apoiarão 11.000 cirurgias de triquíase entre setembro de 2017 e agosto de 2018.
  • Mali, Distrito 403-A1 - Foi concedido um subsídio de US$ 100.000 aos Leões de Mali e ao Carter Center para ajudar os esforços do Ministério da Saúde de Mali para erradicar o tracoma como um problema de saúde pública. O Carter Center e os Leões de Mali viabilizaram um total de 384 cirurgias de triquíase no país entre setembro de 2016 e maio de 2017. Os fundos adicionais do projeto apoiarão 2.400 cirurgias de triquíase entre setembro de 2017 e agosto de 2018.
  • Etiópia, Distrito 411-A - Foi concedido um subsídio de US$ 2.550.000 aos Leões da Etiópia e ao Carter Center para ajudar a Agência Regional da Saúde de Amhara a erradicar o tracoma como ameaça à saúde pública no Estado Regional Nacional de Amhara. O Carter Center e os Leões da Etiópia viabilizaram um total de 76.269 cirurgias de triquíase no estado de Amhara entre setembro de 2016 e maio de 2017. O financiamento do projeto apoiará a operação de mais 133.991 pacientes com triquíase e a distribuição de 17.600.000 doses de pomadas Zithromax™ e de tetraciclina entre setembro de 2017 e agosto de 2018.
  • Etiópia, Distrito 411-A - Foi concedido um subsídio de US$ 1.200.000 aos Leões da Etiópia e ao Carter Center para ajudar o país a erradicar a oncocercose. O Carter Center e os Leões da Etiópia viabilizaram a distribuição de 12.065.963 tratamentos com Mectizan® entre setembro de 2016 e maio de 2017. Este financiamento possibilitará a distribuição de um adicional de 18,421,949 tratamentos anuais e semestrais de Mectizan® entre setembro de 2017 e agosto 2018.
  • Etiópia, Distrito 411-A - Foi concedido um subsídio de US$ 76.880 aos Leões do Distrito 411-A para facilitar a participação deles nos esforços de mobilização da comunidade, conscientização e defesa da causa relacionados à erradicação do tracoma e da oncocercose em parceria com a Iniciativa do SightFirst do Lions e Carter Center. O subsídio permitirá que os Leões participem em massa nas visitas de campo para distribuição de remédios e sirvam como representantes nas reuniões da Força-Tarefa Nacional de Prevenção da Cegueira.
  • Uganda, Distrito 411-B - Foi concedido um subsídio de US$ 71.696 aos Leões do Distrito 411-B para apoiar os esforços de defesa da causa, tratamentos oftalmológicos, informações e supervisão nos 14 distritos em expansão da iniciativa de erradicação do tracoma do Fundo do Jubileu de Diamante da Rainha Elizabeth. Este subsídio vai facilitar a participação dos Leões em cinco reuniões sub-regionais e a realização de 15 visitas de campo para supervisão.
  • Libéria, Distrito 403-A2 - Um subsídio de US$ 400.705 foi concedido aos Leões no Distrito 403-A2 para apoiar um abrangente projeto de atendimento oftalmológico de dois anos em Margibi, Grand Bassa e nos condados Rivercess na Libéria. O subsídio vai estabelecer um centro de cuidados dos olhos de nível secundário em Buchanan, Libéria, e vai treinar um total de 33 profissionais de cuidados com a visão. Estima-se que mais de 500.000 pessoas se beneficiarão desse projeto e que serão realizadas 1.600 operações de catarata.
  • Vietnã, sem distrito - Foi concedido um subsídio de US$ 50.000 ao Instituto Nacional de Oftalmologia do Vietnã para fornecer exames oftalmológicos abrangentes e cirurgias de catarata a pacientes de baixa renda em regiões rurais e carentes do norte do Vietnã. O financiamento apoiará uma campanha de assistência móvel de cinco meses durante a qual um mínimo de 568 cirurgias serão realizadas.
  • Papua Nova Guiné, Distrito 201-Q2 - Foi concedido um subsídio de US$ 645.066 aos Leões do Distrito 201-Q2 e o Instituto da Visão Brien Holden para apoiar um projeto de tratamento oftalmológico abrangente de três anos em Porto Moresbt, Papua Nova Guiné. Os fundos do subsídio serão usados para estabelecer um centro pediátrico e da visão subnormal no Centro Nacional de Recursos Leonísticos para Cuidados com os Olhos, modernizar a clínica oftalmológica no Hospital Geral de Porto Moresby e estabelecer um grupo de trabalho da visão subnormal que realizará treinamento, assistência e informações sobre a saúde ocular.
  • Índia, Distrito 322-F - Foi concedido um subsídio suplementar de US$ 300.000 aos Leões do Distrito 322-F para a construção do Instituto de Treinamento Oftalmológico e Hospital dos Olhos Lala Vidhya Sagar Oswal do Grandioso Lions. A solicitação de subsídio suplementar apoiará o SF1800/322-F, um subsídio aprovado por LCIF em agosto de 2014. O hospital será inaugurado e estará em pleno funcionamento até dezembro de 2017.
  • Índia, Distrito 323-D1 - Foi concedido um subsídio de US$ 133.338 aos Leões do Distrito 323-D1 para a construção do Instituto de Treinamento Oftalmológico e para melhorar os serviços oftalmológicos abrangentes, que incluem catarata, retinopatia diabética e glaucoma no Hospital Leonístico dos Olhos Diwabilen Mohanlal Mehta em Ratnagiri, durante um período de três anos. O subsídio apoiará o melhoramento de um estabelecimento secundário de tratamento oftalmológico e a formação de dois novos centros da visão e cinco instalações de centros fixos.
  • Sri Lanka, Distrito 306-C2 - Foi concedido um subsídio de US$ 112.950 aos Leões do Distrito 306-C2 para melhorar os serviços oftalmológicos abrangentes, que incluem catarata, glaucoma, erro de refração infantil e retinopatia diabética no Centro da Visão do Lions no Hospital Geral do Distrito de Nawalapitiya, durante um período de três anos. O subsídio vai apoiar a modernização de um estabelecimento secundário de cuidados dos olhos.
  • Estados Unidos da América, Flórida, Distrito 35N - Foi concedido um subsídio de US$ 190.000 aos Leões do Distrito 35N (Flórida) e a Miami Lighthouse para cegos de Miami, visando as crianças carentes em idade escolar com erro de refração não corrigido, para fornecer exames oftalmológicos, exames de dilatação da pupila e óculos de grau durante um período de três anos. O subsídio será usado para o desenvolvimento de infraestrutura, realização de serviços e exames.
  • Argentina, Distrito O-2 - Foi concedido um subsídio de US$ 170.200 aos Leões do Distrito O-2 para oferecer serviços oftalmológicos abrangentes, que incluem catarata, retinopatia diabética e glaucoma no Centro Oftalmológico San Javier. O subsídio será usado para implementar campanhas de informação sobre a saúde dos olhos e para modernizar a infraestrutura e equipamentos.
  • Vários, sem distrito - Foi concedido um subsídio de US$ 100.000 para ajudar três países Africanos e/ou do Oriente Médio a realizarem avaliações de referência do acesso ao tratamento da retinopatia diabética e diabetes, estimar o nível de cooperação entre estes dois ramos de tratamento de saúde e avaliar a risco financeiro para os pacientes.

Pesquisas do SightFirst:

  • Agência Internacional para a Prevenção da Cegueira - “Acompanhamento do Representante Nacional do Butão - Pesquisa mRAAB” US$ 49.844
  • Hospital Universitário Bowen - “Método alternativo de avaliação do erro de refração em uma comunidade de recursos pobres usando focômetro” US$ 20.656
  • Orbis International - "Um estudo randômico de olhos modelo de baixo custo para o treinamento cirúrgico da catarata de oftalmologistas chineses nas áreas rurais" US$ 94.090
  • Agência Internacional para a Prevenção da Cegueira - “Ferramenta para a avaliação do Sistema de Gestão do Diabetes e Retinopatia Diabética (TADDS), Bolívia” US$ 15,900
  • Instituto da Visão Brien Holden - “Disposição a pagar e barreiras à compra de óculos infantis no Camboja” US$ 99.957

Para obter informações sobre os subsídios previamente aprovados, entre em contato com o departamento de Programas da Visão pelo e-mail SightFirst@lionsclubs.org.

section

Pular para o Topo